Pular para o conteúdo principal

Dunga, moradores de rua e direita volver


O PIG e o Alex Barros, o capitalista, acreditam que a chacina de 13 moradores de rua em uma semana é culpa do fracasso deles. Também acho. Essa União Soviética extinta ainda causa estragos aqui pelo baixo trópico tupiniquim capitalista e saudável. O fato desses moradores de rua abomináveis terem morrido nas ruas de São Paulo, a Suíça brasileira, a parte brasileira que funciona, a parte do Serra, é mero detalhe. Talvez eles rezassem todos os dias para que aparecesse uma alma boa pra encher eles de tiros para assim dar cabo de suas vidas miseráveis. Se eu soubesse disso teria ido dar uma ajuda. Mas acho também que esse pessoal que dá sopa e cobertores para aliviar a dor da fome e frio das noites paulistas e esse governo que dá Bolsa Família também tem muita culpa pela existência dessa gente toda, que fica infectando as ruas da grandiosa metrópole. Tocar fogo em favela e matar morador de rua é uma boa saída para acabar com essa massa de falidos que insultam o livre mercado e o grande capitalismo selvagem, antes que eles voltem para o nordeste para arrumar emprego na onda de desenvolvimento que está ocorrendo por lá, e se voltarem, não pode ser de avião senão atrapalha o pessoal dos Jardins que compra na Daslu embarcar pra Paris, como se não bastasse esse vulcão da Islândia.
O pensamento de direita do PIG e do Alex Barros, o capitalista, apóia a mediocridade do Dunga. Acham que esse tal de Neymar e esse tal de Ganso só vieram confundir a cabeça do torcedor brasileiro. Criatividade, inteligência e gol são mero detalhe. Também acho. A Brahma está patrocinando a seleção. Eu bebo Brahma e sou brasileiro, mas vou trocar de cerveja e torcer contra essa seleção, eu acho. Viva a liberdade do capitalismo selvagem.

Comentários

Alex Barros disse…
Realmente somos dois que vamos torcer contra a seleção não tanto pela ausência do Neymar (pois os outros atacantes são competentes e este guri esta muito mascarado), mas pela ausência de Ronaldinho Gaúcho e Ganso (porque se o Kaka de deus se lesionar, teremos que contar com Julio Baptista, Josué e Elano), alias não acho que esta chacina é culpa do fracasso deles, obvio que não, só pode fracassar quem tem oportunidade e eles não tiveram, e sofrem com o preconceito que afeta socialistas e capitalistas, como o preconceito em querer explodir favelas para acabar com o trafico (coisa que sabemos para acabar com o trafico teriamos que explodir os condomínios de luxo e de classe média maiores consumidores de drogas), estamos falando de capitalismo o conceito, mas não este imbróglio insano que estamos nos dias de hoje. Alias você já entrou em uma favela? Já morou em uma? Sabe o que passa estas pessoas? Eu sei, pois nasci e fui criado em uma, e não sabe como foi difícil para um negro, saído de uma vila nos confins do Rio Grande do Sul, se manter nos estudos e não largar tudo pra vender drogas, conseguir chegar à faculdade e agora no INPA, então não me venha me falar que eu acho legal uma cambada de playboy se juntar e matar mendigos ou playboys que esculacham trabalhadores em pontos de ônibus. Por favor, conheça as pessoas antes de meter um rótulo! Alias um dia a gente conversa tomando uma cerveja no Carlão (não Brahma pois apóia a seleção). Mas Alex Barros, o capitalista foi engraçado, pelo menos.

Postagens mais visitadas deste blog

Deputada Mirian Rios quer proibir o sexo anal... dos outros.

Esse Roberto Carlos é muito fraquinho.
Ele foi casado com a ex atriz Miriam Rios durante anos, depois que se separaram ela virou evangélica, depois virou católica da igreja carismática e toda cheia de valores morais e éticos que todos sabem que atores da Rede Globo depois do teste do sofá não podem ter.
Fora isso ela foi ex esposa de um cirurgião plástico famoso e mãe de um filho do ator Andre Goncalves.
Isso só os conhecidos.
Ela passeou bastante por pau de homem famoso.
Da noite para o dia a mulher virou deputada pelo Rio de Janeiro contando com os votos desse povo devoto.
Espia isso.
Por falta do que fazer para agradar seus eleitores inventou um projeto que proíbe o sexo anal.
Inventou o Dia Mundial Contra o Sexo Anal.
Oia.
Anal dos outros, acho.
Esses caras da listinha ai de cima não estão com nada.
Ou podem ter afolotado a pobre.
Para ela ter esse horror todo ao sexo anal, capaz de ser trauma mesmo.
Ou foi muito ruim ou foi muito dolorido.
Mas essa louca não pode legislar sobre…

Pompoarismo não é bezerro

O pompoarismo é uma antiga técnica oriental, derivada do tantra, que consiste na contração e relaxamento dos músculos circunvaginais, buscando como resultado o prazer sexual. Para o domínio da técnica são realizados com o auxílio dos ben-wa, que consistem em pequenas bolas ligadas através de um cordão de nylon, conhecidas também como bolinhas tailandesas (no caso das mulheres), e na contração na musculatura no esfíncter e dos músculos do períneo (no caso dos homens). Afirma-se ainda que o pompoarismo pode ser benéfico contra incontinência urinária e na preparação do canal para partos mais fáceis.
Já o bezerro não é técnica nem filosofia. O bezerro que nós conhecemos bem, aqui no Amazonas, é algo espontâneo, natural, a caboca amazonense já nasce com ele. Vem de berço. Faz parte da tradição e do orgulho baré a mulher ter bezerro. Tanto que desde cedo tem disputa pra quem tem bezerro melhor, mais forte. Não é pra qualquer uma sugar, apertar, moer, triturar, prender e cuspir a hora que bem…

Manaus está na época da tanajura

A tanajura é uma formiga alada, do sexo feminino, da família das saúvas.
É uma fêmea virgem que após acasalar, funda um novo formigueiro.
Em tempos mais quentes, quando está preste a chover, sai de suas tocas para pegar uma brisa em árvores, já que, nessa época, o estresse e o calor aumentam, provocados por aquele entra-e-sai sem fim, um caos.
Nada a ver com TPM e nem com sexo.
Em Manaus a época de tanajuras é aguardada junto com o dia de finados.
Esse ano chegou atrasado.
Minha casa está cheia de tanajuras.
A bunda da tanajura é cheia de gordura, pegava um monte delas e assava em frigideira.
Uma delicia.
Comia bunda literalmente.
Agora não.
As coisas mudaram.
Ando meio saudosista.
Tanajuras espalhadas pelo pátio da minha casa me enchem de lembranças da infância.
Ainda bem que eu tive.
E acho que parei nela.
Felizmente!